fbpx

Archives

PESCA EM ÁGUA DOCE.

28jun

A pesca em água doce é a mais popular do Brasil pela grande quantidade de rios, lagos e represas em nosso país. Para a pesca em água doce, não é necessário um equipamento muito exclusivo. Os peixes são menores e o custo do equipamento acaba sendo menor, com exceção às pescarias de peixes de couro e as pescarias de grandes Tambaquis.

Sazonalidade da pesca em água doce

Os meses mais recomendados para a pesca em água doce são os meses mais quentes, como: outubro, novembro, dezembro, janeiro, fevereiro e março. Por conta do calor os peixes ficam mais ativos e se alimentam mais.

Lembrando que, para ter sucesso, é importante verificar a espécie que se deseja pescar, pois cada espécie tem suas peculiaridades, estações mais ativas no ano e também os horários para alimentação. As traíras ficam mais ativas no final da tarde por serem de uma espécie predadora, por exemplo.

Peixes mais comuns na região do lago: Tilápia, Piau, Piapara, Curimba, Pacu, Lambari, Tambaqui, Traíra, Tucunaré, Surubim, Carpa, Saicanga, Dourado, Mandi, Lambari e Bagre.

Principais iscas

  • Coração de galinha
  • Pão
  • Minhoca
  • Rações para peixes ou outros animais
  • Queijo
  • Pequenos peixes
  • Salsicha
  • Massas
  • E as artificiais

Dica

Sempre que você for pescar em um local novo, procure informações sobre as espécies disponíveis e também as iscas que as mesmas comem. Por exemplo, você pode pescar Tilápia em um local usando ração como isca, mas em outro, se ela não estiver acostumada a comer ração, você terá que usar iscas naturais.

Boa pescaria e até a próxima!  Deixe seu comentário.

 

6 dicas para pescar no lago Corumbá IV

20jun

Sempre que você tenta pescar um peixe grande, sai alguma coisa errada e você acaba voltando frustrado da pescaria?

Nenhum peixe que você pega tem a metade do que você queria ter pegado? Calma! Antes de você achar que não nasceu para isso, preste atenção nessas dicas que vão te ajudar na hora de pescar no lago Corumbá IV!

Dica 1 – Escolha bem o local

O local de pesca é o primeiro ponto que você tem que prestar atenção para pescar no lago Corumbá IV embarcado ou em barranco observe o ambiente e veja se possuem aves aquáticas. Se sim, pode ir aonde elas estão – porque com certeza, lá vai ter peixe. É claro que muitos peixes pequenos estarão lá, mas, atraídos por eles, os peixes grandes também serão encontrados. Também existem outros locais que se podem encontrar facilmente peixes grandes, caso você não encontre aves aquáticas:

  • Ilhas ou pedras;
  • Árvores submersas ou troncos;
  • Margens com capim;
  • Árvores frutíferas;
  • Pequenos cursos d’água;
  • Canais;
  • Barrancos de terra firme;
  • Cachoeiras ou corredeiras.

Perceba que a maioria desses locais está ligada a características que os peixes maiores procuram na maior parte do tempo: comida, como os lambaris.

Dica 2 – Valorize a prática para pescar no lago Corumbá IV

Agora que você já sabe onde pescar no lago Corumbá IV, cabe a você ir atrás deles para exercer a prática. É fato que até você ficar experiente, pode dar muita coisa errada – a linha pode quebrar, ou a fisgada não vai dar certo, ou o arremesso não será bem feito. É normal cometer esses erros e tudo isso faz parte do aprendizado para pescar no lago Corumbá IV. Nesses casos, você vai precisar observar onde é que você está errando e tentar achar as respostas.

Lembre-se: pescar é um aprendizado contínuo!

Dica 3 – Verifique o seu equipamento

Esse é outro cuidado que você precisa ter antes de pescar no lago Corumbá IV. Essa preocupação ajuda a eliminar metade dos erros que você pode cometer na pescaria de peixes grandes.

Verifique sempre os nós, se o anzol está bem afiado, como a isca está presa, se o molinete ou a carretilha estão funcionando corretamente, dentre outros aspectos importantes para uma boa pescaria.

Além disso, busque os melhores equipamentos para compor seu arsenal!

Dica 4 – Explore seu conhecimento

Pesquise sempre quais espécies de peixe que se encontram no local em que você vai pescar. Dessa maneira, você consegue saber qual isca usar, onde os peixes podem estar escondidos, quais os seus hábitos, dentre outras informações fundamentais para ter uma pesca bem-sucedida.

Dica 5 – Respeite o horário e o silêncio

Não é uma regra, mas, em geral, a melhor hora para pescar no lago Corumbá IV é de manhãzinha ou no final da tarde. Mas, existem muitos pescadores que capturaram grandes espécies de madrugada e até mesmo no meio dia.

Agora, o silêncio, sim, é uma regra a ser seguida. Muitas espécies não gostam de barulho e ficam assustadas, portanto, permaneça em silêncio durante a pesca.

Dica 6 – Fique atento ao tipo de anzol

Seus anzóis podem ter ou não farpas. Utilizá-las, depende muito do que você pretende com a pescaria. Por exemplo, se você quer realizar apenas a pesca esportiva, onde se pega e solta o peixe, é recomendável que utilize o anzol sem farpas, pois elimina o risco de machucar o peixe.

Seguindo essas dicas, praticando e se aperfeiçoando sempre, ficará cada vez mais fácil pescar no lago Corumbá IV. Lembre-se que até os mais experientes cometem erros, por isso é tão importante praticar e não desistir nunca.

Você já seguiu alguma vez alguma dessas dicas para pescar no lago Corumbá IV? Qual foi o resultado? Compartilhe sua experiência nos comentários!

× Olá, estou aqui, vamos conversar?